Mãe Mirinha de Portão

21/12/1924 - 18/02/1989

Hoje, faz 31 anos que a senhora partiu para fortalecer nossa ancestralidade e, como aprendi que NÃO MORRE AQUELE QUE NOS VIVOS VIVE e que a senhora vive em mim cada dia mais forte. Aproveito esta data para lhe agradecer por tudo que a senhora representa para mim, pela sua generosidade de se tornar Minha Mãe. Obrigado pelo carinho maternal, pelos ensinamentos religiosos, de vida, pela gerança ancestral da Goméia e pelo seu acolhimento. Gratidão, sempre será o sentimento que dedico à senhora.

Sua Benção!

Comentários

Sem comentários.

Comente